29 de agosto de 2015

Indicação: três blogs feministas que todo mundo devia conhecer

Hoje vou fazer algo diferente e indicar três sites que eu amo e acho que todo mundo deveria conhecer (e amar também) :-)

Não Me Kahlo
O que me chamou atenção no site de início, foi o nome, que faz referência à Frida Kahlo, uma grande pintora mexicana e ícone do feminismo. Algumas pessoas nascem pra marcar e Frida, com certeza, foi uma delas. Voltando ao blog, além do nome, (que é basicamente perfeito), os textos são fantásticos e falam sobre o feminismo, mas, na minha opinião, são mais voltados para pessoas que já têm consciência da importância do feminismo na sociedade em que vivemos. Algumas pessoas apresentam alguma "resistência" quando lemos ou vemos coisas que estão tão inseridas na nossa cultura, que sentimos como se fosse normal. Não no Não me Kahlo. 

Lugar de Mulher



Eu não lembro como encontrei esse blog, mas quando o achei tudo que eu conseguia pensar era: Por que não o encontrei antes?! EU AMO ESSE BLOG! Nele, há muitos textos sobre empoderamento feminino e o machismo nosso de cada dia, tudo isso numa linguagem tão simples que não tem como você não se identificar e gostar! Me lembro que o primeiro post que li no blog foi esse, e foi mais um pra minha lista de textos do tipo "eu nunca pensei nisso". E claro, o nome remete à  uma das melhores frases que existem: lugar de mulher é onde ela quiser.


Da lista, o NAQ é o site que eu conheço a mais tempo. Eu acompanhava apenas a página no facebook, que sempre tinha posts na linha: "Não aguento quando (algum pensamento machista)", como esse post, que foi indicação minha na página:


Sério, eu odeio isso. Muito.
E só depois de algum tempo eu conheci o site. Assim como o Não me Kahlo e o Lugar de Mulher, existem muitos textos para nos mostrar a importância do feminismo, na guia Reflexões. Mas o que eu sempre mais gostei no NAQ é a guia "O que você tem pra falar?" onde mulheres podem mandar depoimentos, anônimos ou não, sobre cicatrizes deixadas pelo machismo. Pode parecer um pouco masoquista ler esses relatos, mas são de extrema importância, só assim temos consciência do quanto esse mundo precisa evoluir. Além disso, eu me sinto mais humana cada vez que consigo me solidarizar com a dor de uma pessoa que não conheço. Poderia ser eu. Tudo que eu queria era dar um abraço em cada mulher que sofreu/sofre fisicamente e emocionalmente por conta do machismo e dizer que eu sinto muito. E sinto mesmo.

Espero que vocês entrem nos sites por que realmente VALE A PENA e eu tenho certeza que irão gostar! Me digam o que acharam e peço desculpas pelo grande intervalo sem nenhum post, estive muito ocupada nos últimos dias. Logo volto à frequência anterior de posts! Bjo <3


Ane Cristina







Nenhum comentário:

Postar um comentário