6 de julho de 2015

Uma resposta ao texto "Eu preciso do machismo"

Vi esse texto no twitter e resolvi me manifestar. Não faço isso sempre por que na hora de pensar se vale alguma discussão o lado que diz "não" sempre pesa mais. Mas dessa vez foi diferente. O texto ao qual me refiro é o texto a seguir:

"Eu preciso do machismo pois 90% das brigas judiciais por guarda e pensão são ganhos por mulheres, de cada 11 mortes por violência 10 são de homens, homens são apenas 40% nas universidades, não tem dia internacional, hospitais especializados e muito menos leis que beneficiem apenas por ser homem, o câncer de próstata mata proporcionalmente o mesmo que o de mama, mas adivinhem onde são gastos mais com prevenção e campanhas? Homens são 80% dos moradores de rua e cometem 90% dos suicídios, o exército é obrigatório apenas para homens, licença maternidade é de 180 dias e pais pegam apenas 5 dias, trabalhamos 5 anos a mais para aposentar e morremos 8 anos antes, quando o Titanic afundou 80% dos homens morreram e 80% das mulheres sobreviveram, o feminismo vive bradando por ai que mulheres são apenas 5% dos CEO nas empresas, mas não falam nada de que homens ocupam 95% dos cargos de lixeiros, pedreiros e em minas de carvão, o trabalho costuma ser obrigatório e cobrado apenas aos homens, enfim, homens e mulheres sofrem, mas apenas um lado fica de mimimi"

Tem tanta coisa ruim nesse texto que eu nem sei por onde começar. Em primeiro lugar, pra dizer que eu preciso do machismo eu preciso saber o que é o machismo. Então, quando você pesquisa no Google, uma pesquisa que dura menos de meio segundo, o que aparece é:


Isso é o que aparece logo que foi feita a pesquisa. Procurando mais afundo, podemos descobrir que machismo é

Comportamento, expresso por opiniões e atitudes, de um indivíduo que recusa a igualdade de direitos e deveres entre os gêneros sexuais, favorecendo e enaltecendo o sexo masculino sobre o feminino. O machista é o indivíduo que exerce o machismo. Em um pensamento machista existe um "sistema hierárquico" de gêneros, onde o masculino está sempre em posição superior ao que é feminino. Ou seja, o machismo é a ideia errônea de que os homens são "superiores" às mulheres.

Então, para mim, o texto basicamente não faz sentido. O autor começa o texto dizendo que precisa do machismo, ou seja, precisa que os homens sejam favorecidos, pois os mesmos são superiores à nós, mulheres. Mas concluí o texto dizendo que ambos os lados sofrem, mas só um fica de mimimi. Isso é tipo: mulheres, nós somos superiores à vocês. Então, por favor, aceitem isso sem objeções. É o dever de vocês.

Além disso, como está explícito no print da pesquisa do Google, uma definição rápida de machismo seria: "infrm. exagerado senso de orgulho masculino; virilidade agressiva; macheza." 

Quem nunca ouviu um "homem de verdade não chora"; "homem de verdade não faz isso"; "homem de verdade não faz aquilo"? Antigamente o simples fato de um homem usar rosa era motivo pra desconfiar da sua sexualidade, afinal, "rosa não é cor de homem". 

Eis um fato que vai surpreender muitos homens: o machismo também prejudica você. SIM! O machismo te prejudica em todos esses momentos em que também diz como você deve se portar, principalmente se for heterossexual. Sua sexualidade é uma das coisas mais sensíveis que existe, por que, qualquer coisinha já é motivo pra duvidar se você realmente gosta de mulher. Existem muitas coisas que um homem que gosta MESMO de mulher tem que fazer. Ele tem que provar isso através de inúmeras atitudes. 

Mas não vamos tornar o machismo um martírio para os homens, isso jamais. O homem também é prejudicado pelo machismo, mas em escala inimaginavelmente menor do que a mulher, afinal, somos nós que somos tratadas como inferiores.

Ainda sim, o autor do texto diz que precisa do machismo. E pra mim, isso continua não fazendo sentido.

Provavelmente o autor do texto diz que ele precisa de algo que ele não sabe o que é.

Os argumentos que o autor utiliza são alguns, frutos dessa sociedade machista em que vivemos, por exemplo: a mulher é vista como dona do lar e cuidadora dos filhos, por tanto, nada mais natural que na maioria dos casos ela que fique com as crianças. 

Os homens são criados naquele esquema de "se você apanhar na escola, quando você chegar em casa vai apanhar de novo" enquanto as meninas devem "se portar como moças". Quem será que ia morrer mais por violência?

Sobre os homens serem 40% na faculdade: não é a porcentagem de frequência, e sim, a de quem concluí o curso. Em outras palavras, os homens desistem mais no meio do caminho. Fonte 1 e Fonte 2

"Não temos dia internacional": isso nem é argumento de verdade, mas: por que será?! Se vivemos num mundo machista, e as mulheres precisaram lutar e muito para conseguir direitos iguais aos homens, como por exemplo, o de votar, e ainda lutamos até hoje para poder andar na rua da mesma forma que os homens sem sermos vistas como pedaços de carne, merecemos alguma data pra deixar isso claro. Além disso, o dia nem funciona como deveria funcionar. Ganhamos algumas flores mas o resto segue igual. Enfim, é a mesma coisa que pedir o dia do orgulho branco: idiota.

Créditos na imagem.

"Leis que beneficiam só por ser homem": Exemplo disso é aquela lei que quando um homem bate numa mulher, o cara vai até preso. Qual o nome mesmo? Maria da Penha. Realmente, não entendo por que homens não possuem esse tipo de benefício.

O feminismo também luta por uma licença paternidade maior e/ou compartilhada com a da mãe, mas isso não se deve ao fato de que estaríamos correndo atrás de direitos para os homens. É que trocar a fralda, colocar pra dormir e ajudar na amamentação do filho também  são deveres paternos (surprise!) e eu disse deveres, e não favores.

Homens têm sim hospitais especializados. Um exemplo é o Centro de Saúde do Homem.

As mulheres se aposentam mais cedo por que a maioria delas tem uma jornada dupla de trabalho: na rua e em casa.

Concordo que deveria ter mais campanha pra detecção do câncer de próstata, mas muitos homens não diagnosticam o câncer no começo pelo tabu existente em fazer o exame. Alguns ainda acham que isso "não é coisa de homem".


Ou seja, se tudo isso acontece por que estamos numa sociedade machista, quando o autor diz que precisa do machismo ele quer dizer que precisa que tudo continue assim mesmo.

Fazendo um resumo: Homens realmente cometem mais suicídios e são a maioria dentre os moradores de rua. Eles também tem uma expectativa de vida menor do que a das mulheres. Mas dizer "eu preciso do machismo" continua não fazendo sentido. Pensei bastante e não acho que o fato de que 95% dos homens ocuparem cargos de lixeiros, pedreiros e em minas de carvão justifica apenas 5% das mulheres serem CEO. E além do mais, essas taxas não são frutos de uma sociedade "femista" opressora. 

E mais um segredo revelado: feministas não são culpadas pelo exército ser obrigatório para os homens. É sério.

Algumas pessoas são "contra" o feminismo por que acham que o feminismo seria o outro lado do machismo, mulheres que se acham superiores aos homens. Não. O feminismo é um movimento que busca igualdade política, social e econômica entre os gêneros, mas, obviamente, luta pelo direito das mulheres. 

Apesar de muitos avanços, como por exemplo, leis que deveriam proteger a mulher e o direito ao voto, ainda estamos pra trás. Estamos pra trás quando somos julgadas por nossas roupas, por atitudes que os homens não são. Quando culpabilizam as mulheres por um estupro. Quando dizem o que devemos fazer e como devemos fazer justamente pra evitar atitudes violentas de homem que são justificadas com um "ah, ele é homem". Quando um "não" nosso não é respeitado. Quando o "espaço mulher" no mercado é o espaço com produtos de limpeza. Quando somos vistas como submissas e servidoras, e isso é algo tão natural que ninguém estranha o famoso "Vai Verão, Vem Verão". 

Quando, em suma, somos vistas como objetos a serem usufruídos pelos homens.

Em meio a tantas dúvidas que possuo, de uma coisa eu tenho certeza: Eu preciso do feminismo.


Ane Cristina



p.s.: em todas as palavras que estão realçadas de roxo, estão os links de onde eu tirei as informações. beijo <3


Edição (07/11): inserido o parágrafo sobre feminismo e licença paternidade.


33 comentários:

  1. MUITO BOM O TEXTO E AS COMPARATIVAS FEITAS NELE
    SEU FÃ BJS!

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem. Precisamos do feminismo, opa, igualdade. Assim como os homens, 5 dias depois de vocês(mulheres) darem a luz voltem ao trabalho, também estão precisando de pedreiros numa obra aqui perto de casa, o que não é problema pq vc provavelmente irá aceitar numa boa já que quer igualdade. Também, vá para um combate em campo aberto, correndo risco de ser trucidada por balas de Ak-47 ou um 762 ou moída por um ataque aéreo, tudo bem ( '-'). E quando a conta do restaurante chegar, vc paga a metade. Quando um homem te bater apenas aceite risos ao seu redor, inverta os papéis e se coloque no lugar de um homem virando piada por apanhar de uma mulher, irônico, não?! Também trabalhe 5 anos anos a mais para se aposentar e morra 5 anos antes de câncer de próstata, por falta de campanhas de tratamento (mata proporcionalmente a mesma coisa que o dr mama).
    Espero uma resposta educada, assim como a minha.
    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anônimo, fiquei um pouco chateada por que acho que você não leu direito o texto, por que eu respondi alguns dos pontos que você tocou. Esqueci de colocar no texto (e isso foi uma falha que pretendo corrigir) que o feminismo também luta por uma licença paternidade maior e/ou compartilhada com a da mãe, afinal, o pai também possui deveres, assim como a mãe, como trocar fralda, ajudar na amamentação, colocar pra dormir, etc, etc.

      Resumidamente, eu entendi seu ponto de vista como: "ok, vocês querem igualdade apenas nas coisas ""boas"".

      Olha, você deve imaginar ou ter percebido que existem e sempre existiram coisas na nossa sociedade que são vistas como coisa de homem e coisa de mulher. Por exemplo, ser pedreiro é trabalho de homem (a grande maioria é homem) e ser professora de creche é coisa de mulher (onde a maioria é mulher).

      Sendo bem realista, acredito que não seja um número GRANDE de mulheres que queiram trabalhar em serviços tão pesados, mas será que todos os homens que trabalham nessa área, continuariam trabalhando se tivessem uma oportunidade melhor?

      Com relação aos risos ao apanhar de uma mulher: cara, vamos concordar em um ponto: isso é muito mais raro. E o que eu quero que você tente entender é que: um homem apanhar de uma mulher NÃO É CERTO, ninguém deveria apanhar, mas isso NÃO FAZ PARTE do sistema opressor. Sim, lá vem essa palavra, mas é a palavra certa. Talvez essa mulher que bate em um homem, oprima aquele cara sim, faça ele sofrer, mas quantos homens podem falar que sofrem abusos constantemente na rua, que tem medo de andar na rua por achar que uma mulher pode estuprá-lo, que precisam pensar mil vezes em que roupa vestir para não sofrer assédio ao sair na rua?

      E mais: os risos viriam porque nós somos consideradas fracas, tipo: apanhar de mulher...... que vergonha

      Sobre os 5 anos a mais de trabalho e o câncer de próstata eu citei no texto, mas quero falar o que penso do seu comentário em geral: nós lutamos por igualdade SIM, mas não entendo por que sempre que um homem (acredito que você seja um) reclama sobre o movimento, ele quer que nós tenhamos igualdade nas coisas "ruins".

      NA REAL, as feministas não desejam que os homens sejam estuprados e que isso seja justificado pela sua roupa. As feministas não querem que os homens sintam medo de andar na rua por assédio. As feministas não querem que os homens sejam julgados por sua vida sexual e separados entre "fáceis" e difíceis. As feministas não querem que existam COISAS DE HOMEM e que essas coisas sejam tipo morrer na guerra. Sabe, quando falam "vai lá lavar uma louça", "vai lá morrer numa guerra, trocar uma lâmpada". Nós não queremos que vocês ganhem menos que a gente, nem que precisem ficar em casa fazendo o seu papel de pai cuidando do filho que você pôs no mundo.

      Não, a gente não quer que vocês passem por coisas que passamos apenas por sermos mulheres, ENTENDE?


      E se esses itens incomodam vocês, faz com que vocês se sintam inferiores, uma dica: vocês homens, também podem lutar.

      Excluir
    2. Bom texto, e boa resposta ao texto "Eu preciso do machismo", mas a realidade é que muitas mulheres defendem o Feminismo Radical, e essas merecem sim ser contrariadas com textos como o "Eu preciso do machismo", eu prezo a igualdade entre os sexos, mas conheço muitas mulheres que são submissas e fracas,aí eu penso "Essa mesma mulher que não se valoriza hoje, amanhã estará reclamando do machismo", e tenho certeza que você também conhece meninas assim, bom essa é a minha opinião, repetindo, você prega pela igualdade, e isso é bom, mas seria melhor se todas pensassem como você!!

      Excluir
  3. Não consegui ler tudo mas assim, a maioria das mulheres se submetem a isso SIM. Se uma mulher está sendo exposta de biquini na TV é porque ELA QUER. Ganhou um ótimo cachê por isso. Sou mulher, prezo igualdade sim, mas sinceramente? Acho o feminismo mimimi demais. Fiz um texto sobre meu ponto de vista aqui: http://www.semroupaprasair.com/2015/11/nao-use-o-feminismo-como-desculpa.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você deixou claro que não leu inteiro, pq a ideia central do texto nem é essa.

      De qualquer maneira, o problema não é a mulher estar na TV de biquini, o problema é a objetificação do corpo feminino, que mais parece um instrumento de servir aos homens nesses tais comerciais, e É CLARO que a mulher fez isso pq ela quis, até pq vivemos numa sociedade capitalista e as pessoas trabalham para receber dinheiro, o problema É A NATURALIZAÇÃO dessa objetificação da mulher

      Essa objetificação é algo tão natural que as pessoas nem se importam com esse tipo de comercial (como eu citei no texto).

      Se a gente falasse mais sobre isso (como estamos fazendo agora, olha que maravilhoso), essa naturalização pode ir sendo desconstruída, e uma mulher quase nua servindo os homens como se ela também fosse um objeto vai deixar de ser "comum", e MELHOR AINDA, as pessoas vão parar de culpar exclusivamente as mulheres por isso.

      Pra saber um pouco mais sobre o feminismo você pode ler outros textos meu da mesma categoria ali embaixo, ou então entrar em contato comigo através das redes sociais (@anecristina_ no twitter e a página do blog ali em cima), assim você não vai poder usar a falta de informação como desculpa.

      Obrigada pelo comentário, um beijo.

      Excluir
  4. Que coisa, Este blog não permite textões de resposta. Que seja. Vou postar em um pastebin, fica mais prático.

    Nem sei se será lido ou aceito, mas vamos arriscar. Vai que feministas estão aprendendo a lidar com o contraditório?

    http://pastebin.com/XNHzGJCv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua resposta foi lida, mas a minha resposta também não coube aqui.

      http://pastebin.com/H7wW9mPX

      Excluir
    2. Sendo os homens as maiores vitimas de crimes cometidos, por outros homens, responda: Quando um homem vitima o outro e o outro não sabe se defender:

      1º Quem é o macho e quem é o machista? Qual seria a diferença?
      2º Quando o homem usa de sua macheza para defender uma mulher, ele é feminista, machista, ou apenas homem?
      3º Por que segundo o dicionário que você utilizou, a etimologia da palavra macho+ismo atribui a todos os machos da face da terra algumas proezas cometidas por bandidos, imbecis e covardes e alienação parental não se chama feminismo?

      Pergunto, porque até onde eu sei, covardia e mau-caratismo não tem sexo...

      Excluir
  5. Ei Ane Cristina,
    Parabéns pelo texto!! Cara, eu não sou de comentar em NADA, pq né, preguiça. Mas fiquei impressionada com a sua educação e didática ao responder os comentários desse texto. E você parece tão nova hahaha enfim, gostaria de ter a sua delicadeza e paciência. Sério, pessoas como você me dão esperança na vida. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei anônimo!!!! Muito obrigada! Eu completei 18 anos ontem, nem sou tão nova assim, vai. Seu comentário foi um verdadeiro presente no meio de tantos comentários como os acima. Obrigada ❤

      Excluir
  6. A unica critica que tenho ao feminismo seria a igualdade que e pregada, funciona mais ou menos assim, quando um grupo tenta uma transformação social como o caso das feministas, eles definem metas, que seriam os pontos que precisa ser transformados na sociedade, e dentro destas metas existem as que são prioridade para o grupo que as querem transformadas, como para as feministas e prioridade por exemplo a igualdade salarial, a extinção do pensamento da mulher como objeto sexual (muito visto principalmente em propaganda), a crescente dos cargos de gerencia em empresas e etc...(são muitas causas pelas quais vocês lutam, e com todo direito).
    Mas por outro lado existem outros pontos também defendidos pelo feminismo, como a guarda compartilhada, porem em questão de prioridade ela e deixada em segundo plano.(tanto que você esqueceu de mencioná-la de começo).
    Quando vamos compara os pontos que possuem desigualdade de gênero, o feminismo que igualar tudo, porem a prioridade e dada aqueles movimentos que traz a desigualdade para a mulher (algo natural, já que e um movimento de maioria feminina) mas e esta mesma ação que faz com que muitos vejam o feminismo como algo que busca vantagens para as mulheres e não a igualdade.
    Eu acredito que se o feminismo tratasse questão onde os homens sofrem mais, como o alistamento obrigatório, a questão de estar em menor numero nas universidades e ate as brigas judiciais pela guarda dos filhos, acabaria este pensamento errôneo de que feminismo busca prioridade paras mulheres, com isso mais homens seriam adeptos a este movimento que ganharia muita força, que por fim faria que as prioridades do movimento seja alcançada mais facilmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas querido, a ""prioridade"" é sim as mulheres. Enquanto tem homem sendo obrigado a se alistar no exército (o que não significa servir) tem mulher sendo estuprada e morta apenas por ser mulher. Ou seja, essa desigualdade entre os gêneros é muito mais prejudicial à nós!!!!! Apesar da aparente boa intenção, acho que tem coisa importante que vc não entendeu ¯\_(ツ)_/¯

      Excluir
    2. Primeiro brigado por ter respondido :3.
      Eu compreendo o feminismo e entendo os seus motivos, não sou um militante deste grupo mas concordo com ele.
      Mas se hoje pararmos pra ver, a maioria do senado federal, câmera dos deputados, prefeitos, vereadores, empresários, fazendeiros(pessoas com poder em geral) é formada por homens, então mesmo que a maioria da sociedade brasileira seja composta por mulheres, para que o movimento tenha mais força politica ele precisa da compreensão dos homens(no minimo), por exemplo se entra em votação uma lei federal que determina igualdade salarial entre gêneros para o mesmo cargo, apesar de contemplar questões feministas, ela ira ser votada por homens, o mesmo aconteceria a descriminalização do aborto, e algo que afeta mulher mas quem decide são homens. Então ao meu ver esta questão da igualdade que o movimento luta tem quer ser reiterado repedidas vezes até que todos a compreendam, e ao meu ver o jeito mais fácil de fazer isso e da mais importância a questões que tratam também do sofrimento dos homens, como por exemplo o suicídio que em sua maioria e masculina.
      NÂO e que as feministas devem PARAR de lutar pelo que já lutam e lutar pelas questões dos homens, ou colocar os homens em primeiro e depois as questões da mulheres, isto e feminismo em prol do machismo.
      Se pensarmos por em uma escala de 1-10, os movimentos que gera desigualdade para as mulheres tem importância 10 enquanto os que geram desigualdade aos homens tem importância 5, mas se subirmos isto de 5 para 6, o feminismo sera visto de forma melhor por mais pessoas, assim ganhando mais força e conquistando suas reivindicações de modo mais fácil.
      Espero que tenha entendido meu pensamento.Eu acredito que a prioridade e sim a mulher, fui criado por mãe solteira e sei que uma mulher e tão ou mais capaz de fazer qualquer coisa que o homem faz, apesar de não ser vista assim.
      A realidade e que o movimento hoje tem vários pessoas que são contra, e se o discurso feminista continua o mesmo, e existem pessoas que ainda são contra, inclusive mulheres, talvez mudar um pouco este discurso melhore a situação deste movimento.

      Excluir
    3. Agora sim eu entendi melhor o que você quis dizer. Olha, o que eu vou falar agora não é comprovado cientificamente (até onde eu sei), mas eu acredito que homens se escutam bastante, sabe? Então o que eu queria te dizer é que se você entende bem o movimento feminista, compartilhe com os seus amigos homens, se você ver algum comportamento sexista ou alguma frase que ofenda às mulheres e etc., tenta corrigir sabe? Disseminar essa visão que você tem do movimento entre seus amigos. Eu acho que isso pode ajudar muito! Eu não tô falando que você é assim, mas tem vários caras que só querem discutir feminismo com as minas, ou até mesmo querer ensinar, sabe?

      E eu super entendi o que você quis dizer que os homens são maioria na politica e em tantos outros lugares, mas não concordo com a parte de mudar o discurso para atingi-los por que o movimento é focado nas mulheres. Inclusive, a Simone Beauvoir disse uma frase que é tipo isso: "os homens não podem libertar as mulheres. As mulheres devem libertar-se" (é algo do tipo, eu realmente não lembro)

      Você consegue entender? Por isso acho que a melhor 'saída' para essa situação, é que homens que já entenderam o propósito do feminismo, como você, disseminem a ideia entre os que não entenderam.

      Obrigada pelo comentário :-)

      Excluir
  7. Gostei do texto, mas eu fico com um pé atrás com feministas.
    Muitas são mal educadas e dizem que TODOS os homens são estupradores, ou querem implantar ideologia de que "todxs" nascem trans. Qualquer coisa pra muitas é motivo pra xingar as pessoas, se vitimizam com tudo, criam notícias falsas, não por estupro, mas sim por muitas outras coisas bobas que vi no face.
    Você por outro lado foi imparcial e muito educada, fiquei até surpresa, mas sei lá... feminismo poderia ter outro nome. A maneira como você disse me parece justo, adequado. Me fez pensar em um mundo sem esses padrões para mulheres e homens. Porém o que eu vejo por aí com as próprias feministas é que não funciona assim. Infelizmente é só ódio gerando ódio e desrespeito. Esse nome parece que ficou desconceituado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa moça, eu também fiquei surpresa com o seu comentário em dizer que está surpresa por ter me achado educada. Sério.

      Olha, tudo tem o seu extremo, eu juro pra você que essa de "todos nascem trans" eu nunca ouvi. Agora, com relação a essa parte de "todos os homens são estupradores", eu já ouvi bastante o fato de que "todos os homens são estupradores em potencial" eu entendo, inclusive, que é um jeito bem pesado de se falar, mas vou tentar te explicar o que eu ENTENDO disso.

      Assim, é claro que existem homens que nunca estupraram e nunca vão estuprar mulher alguma. Quando falam que são estupradores em potencial, o que eu entendo disso, é que todo homem, por mais que não queira, se beneficia do machismo. Tipo, o privilégio em ser homem está lá, ele nasceu homem, portanto, se beneficia disso. E por mais que não ocorra de fato o estupro, que seria o máximo da agressão, os homens, muitas vezes, por meio de piadas ou atitudes, permeiam a cultura do estupro, sabe?

      Então, por mais que não alcancem esse ápice, contribuem, muitas e muitas vezes (nem sempre propositalmente) para que essa cultura permaneça.

      Excluir
    2. Eu acho que na verdade, a gente sempre se pega à esses títulos, sabe. Mas nada vem com manual, o feminismo não tem um manual, nada vem pronto. Dentro do feminismo há váriasss pautas a serem debatidas e eu respeito todas. Por exemplo, há a vertente do feminismo negro, totalmente diferente do feminismo branco. Há a luta pela descriminalização do aborto, por mamilaços (que muitas vezes pode ser visto com olhos feios por outras mulheres), há essa intenção de acabar com esses padrões todos, e eu acho que tudo isso tem que ser respeitado.

      Me considero feminista sim, e eu tento praticar o feminismo PRINCIPALMENTE nas minhas relações com outras mulheres, na minha forma de enxergar e tratar outras mulheres. Olha, posso te dizer com certeza que isso só melhorou minha vida e minha forma de percebê-la

      Se você quiser conversar comigo, tirar alguma dúvida, minhas redes sociais estão ali em cima e você tbm pode mandar uma mensagem através da página do blog no facebook.

      Grande beijo pra vc <3

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Isso é sério? Que nojo, vai se tratar

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Li o texto e não achei o direito que o homem tem que a mulher não, andar sem camisa na rua, seria isso? Quando o assunto é direito iguais perante a lei, ou melhora para o homem ou tira direito da mulher, será que é isso que as feministas querem? Homem também sofre assédio, mas quando a mulher leva uma cantada de um cara bonito ai tudo bem, mas quando ele é feio a mulher fala que é tentativa de estupro. O homem que é machista não faz essas coisa ruins porque ele tem direito, mas sim porque é um boçal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc leu os outros comentários? Pq eu já respondi isso que vc falou e já me cansei de repetir sempre as mesmas coisas. "Ou melhora para o homem ou tira direito da mulher" QUE?

      Nada que vc disse faz sentido

      Excluir
  12. Quando alguém se refere a palava "Feminismo" vejo como uma forma da priorização somente de um lado, no caso das Mulheres.

    Houve um momento que as Mulheres sofreram muito, mais elas lutaram e conseguiram alcançar, hoje virou "Modinha" dizer sou "Feminista", se pegamos os fatos e acontecimentos veremos que mais de 70% das leis, benefícios e privilégios são diretamente ligados as "Mulheres".

    Se é igualdade que procura, porque será que em questão de trabalhos os mais "Imundos" e "Puxados" são homens que ocupam? Você mesmo disse que se os Homens tivessem opção de escolha não se habitariam a fazer aquele serviço, mais me responda se tivesse um trabalho de limpeza de esgoto você se habitaria? Para o homem não importa se vai ser um trabalho leve ou pesado ele faz do mesmo jeito! Você citou "ser pedreiro e trabalho de homem (a grande maioria é homem) e ser professora de creche é coisa de mulher (onde a maioria é mulher)" mais apenas 2% a mais dos cargos nas escolas são ocupados por mulheres enquanto 95% dos cargos de pedreiros e ocupado por homem. Igualdade não é? Mais porque vocês mulheres não querem fazer o serviço pesado e sim os mais leves? Estranho não?

    Vamos reunir umas poucas coisas onde entra o "FEMINISMO A IGUALDADE": Em questão de leis a "Maria da Penha" só existe somente para a mulher, não existe nenhuma lei que protege o homem em caso de agressão da mulher; O Câncer de Próstata mata mais que o Câncer de Mama mais só existe campanhas para as Mulheres; Em um caso de acidente Mulheres são resgatadas primeiro; Homens sofrem "Abuso" mais as leis praticamente não se aplica a eles; serviço militar (Você disse que e por conta do próprio machismo que os homens fazem o serviço militar, então as mulheres deveriam fazer para acabar com essa indiferença não? Uai não e igualdade que vocês querem?);

    Eu estava olhando a respeito de um assunto na Internet e me deparei com uma Feminista dizendo a seguinte frase: "Sendo assim, podemos responder nossa pergunta: não existem homens feministas, porque (1) eles nunca desconstruirão todo o seu preconceito e, consequentemente, (2) sempre serão opressores por mais que sejam desconstruídos individualmente." ou seja e que eu vejo na mente de vocês 90% dos homens são machistas, ou seja no movimento "Feminista" onde vocês lutam pelo direito "IGUAL" entre o Homem e Mulher o Homem não tem participação porque ele de natureza e Machista não e mesmo? Ou seja e um movimento desigual onde somente há participação feminina, mais se não é um movimento para igualdade do homem e mulher, o homem deveria ter um papel não e mesmo? pois tem muita coisa que só e prioridade Feminina! E uma coisa a principio que não existe e o "Homem Feminista" pois a palava "Feminista" e "Indiretamente" ligada a mulher e não ao homem! Se um movimento cuja a luta e pela igualdade em ambos sexos porque o nome do movimento já é diretamente relacionado as mulheres? Uma coisa eu digo e "Se querem igualdade, e igualdade que deve ter, não importa o que for"!



    ResponderExcluir
  13. Ane, veja e leia o texto desse link até o final. Mas o leia com atenção. Você considera que a violência doméstica da mulher contra o homem não faz parte de sistema opressor, deveria ter mais cautela em suas análises e conclusões.
    Inclusive você até citou como fato engraçado. Tenha, mas tenha muito cuidado ao proferir certas palavras. Acha que o machismo prejudica somente as mulheres, veja nesse link como o machismo é mais prejudicial ainda para os homens. Não poder sequer se defender ou denunciar as agressoras!
    E as feministas radicais, que querem apenas impor seus egoísmos, se aproveitam desse machismo que por muitas vezes mais as protegem do que prejudicam.
    Tanto o machismo quanto o feminismo (que é femismo, é a mesma coisa na prática, sim!) devem ser exterminados. E te afirmo: o machismo prejudica muito mais aos próprios homens. Inclusive, MUITAS mulheres que dizem querer acabar com ele, são as que mais são machistas e vivem tirando proveito dele. Quanta hipocrisia!!!

    https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2016/07/26/alem-de-arranhoes-e-bofetadas-o-fenomeno-oculto-dos-homens-que-sao-agredidos-pelas-mulheres.htm

    ResponderExcluir
  14. O homem agredir sua esposa é extrema covardia por ser mais forte fisicamente que ela.
    Mas a mulher agredir o marido é extrema covardia, TAMBÉM, por intimidá-lo de forma emocional e psicológica. Em muitos casos o cara fica sem poder se defender; se reagir pode ir preso, se defender ela pode acusá-lo também que até machucou seus punhos ao segurá-la. Muitas ABUSAM de forma cruel com esse intimidamento emocional. E ainda corre o risco do homem ir à delegacia denunciar e ainda ser criticado e atacado pelos policiais porque apanhou de mulher.
    Tome cuidado com isso! Sempre existem os dois lados da questão. Não espere que algum irmão, ou primo, ou amigo muito querido seu sofra algo injusto desse jeito para que você pare para pensar que existem dois lados!
    Sou contra o machismo e contra o feminismo, mas muitos homens ainda (não defendendo que esteja certo) usam do machismo para se defender desse tal feminismo tão podre e cruel como vem sendo. Só olham o que lhes interessam!

    Ah... e ao mencionar sobre estupro, vamos focar na raiz do problema, que são os ESTUPRADORES, e nunca a vítima e muito menos o machismo! Homem machista jamais estupra, muito pelo contrário, os machistas são os que mais lincham ou querem linchar os estupradores. Parem com essa de acusar a coisa errada em vez de focarem nos criminosos de verdade. Enquanto estão perdendo tempo nessa política feminista de atacar machismo, os criminosos estão rindo de nós e fazendo a festa deles. Machismo tem seus podres, inclusive que favorecem vocês em muitas coisas, mas o estupro não tem nada a ver com isso!
    Vamos agir em cima do causador! Acorde!

    ResponderExcluir
  15. Falou muito mas falou bosta pra kct.
    Interpretação de texto faz parte da prova e você falhou miseravelmente ao nao compreender a ironia de "preciso do machismo"

    ResponderExcluir